info@arrimo.org   T. 22 530 5151

Quem Somos

A Arrimo – Organização Cooperativa para Desenvolvimento Social e Comunitário, CRL, foi fundada em 2008, na cidade do Porto – Portugal e possui equiparação a Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS) desde 13/02/2009.

Missão
A ARRIMO tem como objeto intervir com as pessoas, comunidades e instituições e/ou associações: para a promoção da saúde e erradicação da pobreza, da exclusão social, da injustiça; pela igualdade entre os géneros e o combate à violência doméstica; pela promoção dos direitos fundamentais à democracia, à educação, ao trabalho, à cultura, à influência nas transformações sociais, em suma, à participação nas diferentes esferas de atividade e no exercício de uma cidadania ativa. A cooperativa tem ainda por objeto a promoção da intercooperação, de acordo com os princípios cooperativos, designadamente no âmbito das relações com os movimentos sociais e associativos nacionais e estrangeiros. A ARRIMO pauta-se por valores de respeito mútuo, equidade e justiça social, honestidade, transparência e solidariedade.

Grupo de Trabalho
O quadro de pessoal da Cooperativa é constituído por profissionais técnicos competentes, na sua maioria provenientes dos âmbitos da Saúde e das Ciências Sociais.

Equipa responsável
António Caspurro – Diretor Técnico
Jorge Rocha – 1º Vogal da Direção
Cristina Santos Biltes – Assessora de Comunicação

Cooperativismo
A atividade da Arrimo caracteriza-se pela multidisciplinaridade, assim como pela promoção do cooperativismo interinstitucional, quer seja ao nível das ações no terreno, com os outros profissionais da comunidade, quer seja ao nível do planeamento e definição das ações comunitárias. Desde o principio, foram vários os exemplos desta abertura à integração comunitária:

entre 2008 e 2013 – Iniciativa Operações de Qualificação e Reinserção Urbana de Bairros Críticos (IBC), com especial relevo na operacionalização e execução da Medida 2.1. “Saúde é vida” (ações dirigidas à problemática das dependências e outras manifestações de exclusão, que através do trabalho do atendimento integrado, permitiu articular projetos existentes no território, “Recomeçar” e “ELOS”, com outras ações desenvolvidas noutras medidas, como a criação de uma equipa de Futsal para participação na Liga da Inclusão Social ou a integração de elementos/utentes da ARRIMO em processos de reinserção na Orquestra Comunitária e nos grupos de Teatro Fórum desenvolvidos no quadro da medida 2.4.)

desde 2009 – Criação do Núcleo de Planeamento e Intervenção junto de Pessoas em situação de Sem Abrigo (NPISA) que teve por missão garantir a implementação da Estratégia Nacional dirigida à população Sem-abrigo na cidade do Porto, adequando os recursos disponíveis às necessidades identificadas;

desde 2009 – Liga para a Inclusão Social, cujo objetivo é contribuir para a inclusão social de pessoas excluídas ou em risco de exclusão social, através da organização, desenvolvimento, implementação e promoção de Projetos de Inclusão Social (PIN’s) em diferentes âmbitos como sejam o Desporto, a Música, a Dança, as Artes Plásticas, o Teatro, o Emprego, entre outros.

Desde 2013 – Criação da Associação Campanhã XXI – associação de instituições para o desenvolvimento integrado da Freguesia de Campanhã, que tem como objetivo essêncial a implementação, promoção e desenvolvimento de atividades com vista à qualificação e reinserção urbana, dos territórios e das respetivas comunidades, assim como a gestão de equipamentos e estruturas locais de apoio às populações, privilegiando e aprofundando a cooperação institucional com entidades especialmente vocacionadas na área das condições da habitabilidade e ordenamento do território, da saúde, da segurança e integração social, através de ações que incidam sobre os cidadãos.